terça-feira, 25 de março de 2008

Boicote?

Muito se tem dito sobre a China, o Tibete e os Jogos Olímpicos. Existem apelos apaixonados para que se boicotem os jogos e o mundo irá estar atento a todas as demonstrações de protesto contra as políticas chinesas não só acerca do Tibete mas de outras coisas que convém não esquecer como o ambiente, a contínua repressão política, a falta de informação, os atropelos aos direitos humanos, etc, etc. Acho que todas as pequenas e grandes manifestações serão bem vindas e merecidas mas também acho que os jogos devem decorrer. O boicote não deve ser aos jogos mas sim ao comité olímpico. Foram esses senhores que escolheram a China. Foram eles que escolheram fazer lá os jogos para assim terem mais receitas dos patrocinadores (não podemos esquecer que a China é um poderosíssimo mercado de muitos milhões de habitantes ávidos de consumo). Hoje em dia o mundo vive uma situação política, económica e militar muito complicada. Não podemos afrontar directamente uma potência nuclear com líderes sem escrúpulos (não é covardia é a triste realidade) mas podemos boicotar, afrontar e despedir os tipos que tomam estas decisões. Não são assim tantos, têm nomes e andam por aí. Também não podemos exigir aos atletas que passaram uma vida inteira a trabalhar arduamente para estar nos jogos que agora sacrifiquem tudo em prol de um protesto efémero contra a China. Os media adorariam isso e depois passavam à notícia seguinte. Como é que se pode na prática boicotar o comité olímpico? Por um lado continuando a protestar (a ver se os tipos para a próxima não dão tanto nas vistas), por outro lado fazendo pressão junto das marcas patrocinadoras e dos governos que apoiam essas decisões. Da minha parte irei sacrificar-me e decidi não participar nos 500 metros mariposa - vou apenas tentar a medalha nos 223 cm borboleta e voarei de costas!
Nota: E porque não uns jogos Olímpicos no Darfur? Ah! Pois é esses tipos não têm petróleo, nem dinheiro para gastar, são magros demais e têm a mania de andar com catanas - coisa irritante!

Sem comentários: