quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Mapa daqui para fora.

O Ricardo Salgado (o do BES) acha que a tributação dos bónus dos gestores pode levar "gente muito valiosa" a abandonar Portugal...
No meio de uma crise financeira mundial (provocada pelos amigos desses senhores e por alguns deles), num país onde a banca paga metade dos impostos das outras empresas ao mesmo tempo que a Segurança Social vai descapitalizando, quando os bancos nos bombardeiam com produtos absurdos em panfletos coloridos, quando nos cobram comissões de gestão de conta por coisas que nem sabemos o que são, quando os spreads aumentam à medida que o juro diminui... só tenho uma coisa a dizer: Força aí!
Se querem ir embora de carro podem optar por Valença, Vilar Formoso, Vila Real de Santo António, Bragança, Badajoz... Ou podem usar aeroportos... Ou barco, canoa, patins, etc, etc, etc...
Ah! É verdade! Também podem ir de comboio.
Mas se não quiserem nenhum destes meios de transporte e optarem em ficar por cá e continuar sem o mínimo de solidariedade para quem precisa e a mandar "bocas"... um dia destes até podem ir embora à "paulada" - pelo menos é o que diz a SEDES (e não só): perigo de "convulsões sociais"... ou, em bom português... paulada.

Nem consigo dar um título a isto...

Há nove anos atrás, em 2001, o Visões Úteis não teve apoio financeiro do Ministério da Cultura por culpa de um concurso de contornos obscuros promovido por gente sem carácter que na altura pululava pelos gabinetes do extinto IPAE... O VU e mais uma dezena de companhias de teatro puseram o MC em tribunal. O processo foi ganho e o concurso foi anulado e considerado ilegal. Ainda assim o mal estava feito e fomos prejudicados em dezenas de milhares de euros ao longo dos anos que se seguiram por via de renovações automáticas sem concurso - muito "à portuguesa".
Ontem soubemos o valor da indemnização que o MC nos vai ter que dar...
Nunca pensámos em ficar ricos. E a arte e a criatividade não se medem só em Euros...
Mas uma indemnização de 1000 euros por vários anos de provada injustiça por causa de um concurso declarado ilegal pela Justiça... é um insulto. Mais um.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Perguntas sem respostas

Vale a pena ver esta menina (que eu conheço vagamente) fazer umas perguntas à Ministra do Trabalho (ou desemprego)... Perguntas às quais a Ministra não respondeu. Como é óbvio. Nunca respondem. Mas nós sabemos porquê.

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Uma aventura... no clima económico.

Hoje o amigo Vítor Constâncio disse ao amigo Teixeira dos Santos e a quem estava lá para ouvir que já este ano Portugal terá um crescimento económico positivo, contrariando todas as previsões até agora... Os dois amigos estão contentes e nós estamos contentes por eles. Finalmente o caminho para a saída da crise está aberto. Pelo menos a julgar por duas das personalidades e instituições que nos puseram nela: o regulador que não regula e o ministro que não controla as finanças. As mesmas pessoas e os mesmos amigos. Numa altura em que o desemprego aumenta, em que o número de pessoas sem subsídio de desemprego aumenta, numa altura em que o pouco trabalho que há é precário... estes dois amigos vêm com palavras de esperança. Ter esperança é bom, mas nestes dois já ninguém acredita (a não ser os amigos). Cada vez mais a esperança que nos resta é ver estes dois (e mais alguns) pelas costas.

A propósito de amigos... aqui fica um pequeno clip dos geniais Monty Python: